segunda-feira, 30 de julho de 2018

Compreendendo as Crianças e Adultos Índigos

Resultado de imagem para índigos
  
    Muitas pessoas já ouviram falar sobre crianças e adultos Índigos e muitas pessoas vêm a nós com muitas dúvidas sobre quem são essas crianças.

    Hoje tentaremos falar um pouco sobre essas crianças, porém bem resumidamente, pois ainda não temos todas as respostas concretas sobre esses fatos.

    Iniciaremos esse texto dizendo que as crianças Índigas nasceram a partir da década de 1970, podendo também de uma forma mais rara, terem nascido antes dessa década descrita. Portanto muitas delas já se tornaram adultas, e para expressar essa nomenclatura dentro da sociologia, foi criado o termo para reconhecimento desses seres como "Geração X ou geração Y", e essas gerações representam uma grande quantidade de crianças Índigo em nosso planeta.

    Essas crianças se diferenciam de outras pela sua sensibilidade, criatividade, padrões gerais de comportamento e principalmente pela sua espiritualidade.

    São crianças elevadamente mais radiantes que outras, com uma beleza que chama atenção, e não necessariamente esse fato está ligado à beleza física, pois os índigos tem um olhar penetrante, que realmente nos parece que estão observando nossa alma.

    Essas crianças são demasiadamente inteligentes, sempre cheias de indagações e perguntas, tem uma energia invejável, extremamente ativas, e com muita força de vontade de aprender, ensinar, colaborar. Em suas mentes sabem que estão nesse mundo para colaborar com os menos favorecidos de espiritualidade, e notam que estão aqui para fazerem algo significativo.

    A imaginação dessas crianças e adultos são sem limites; muitas delas tem amigos imaginários no qual levam por toda a vida, como se fossem amigos reais.

    Tem uma personalidade marcante, e ninguém conseguirá dizer o que elas devem fazer, pois vão sempre debater e negociar cada ordem dada e assim os pais, responsáveis ou pessoas próximas a essa criança ou adulto índigo devem compreender o direito de escolha que certamente eles irão debater, honrando esse direito.

    A melhor maneira de se lidar com uma criança ou adulto Índigo é estar disposto a uma negociação, explicando sempre o melhor caminho, dando-lhes escolhas. Se entrarmos em uma radicalidade dando-lhes ordens, como "quem manda sou eu", ou "faça assim porque eu estou mandando", só criarão desavenças e hostilidade levando ao máximo da indiferença por parte do Índigo.

    Índigos não gostam muito da vida de passo a passo, vagarosa, isso os deixam entediados, tem um poder de aprendizagem diferenciado, e compreendem tudo com poucas explicações, não apreciam o ensinamento mecânico, não conseguem ser um simples ouvinte. Normalmente são hiperativos, e se distraem com facilidade, sendo assim tem um baixo poder de concentração, tem extrema sensibilidade, pois são orientados; têm alta sensibilidade. Por serem orientados pela parte direita do cérebro, na fase adulta, normalmente são atraídos por atividades e ocupações que usam o hemisfério direito, como a música, a arte, a escrita, a espiritualidade.

    Índigos são extremamente honestos, leais e honrados, ficam demasiadamente irritados com a desonestidade, a manipulação, o egoísmo e a hipocrisia.

    Uma das características de uma pessoa Índiga é a sua ira freqüente, a figura de autoridade nada conseguem com elas se assim as crianças e adultos Índigos não desejarem. Em uma base simplificada elas não reconhecem autoridade de outrem, entendem a sua visão que somos todos iguais, e por esse motivo ficam irritados quando pais, professores ou patrões se demonstram ditadores.

    As crianças e adultos Índigos tem um receio um tanto expressivo sobre a morte e esse receio se torna maior quando está ligado aos seres amados por elas. Se essas pessoas experimentam muito cedo decepção ou falha, podem desistir e desenvolver um bloqueio permanente. Um problema sério quando se trata de Crianças Índigo é o diagnóstico errado habitual dado como portadores de Transtorno do Déficit de Atenção ou do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade. Com isso, dá-se medicação a elas, sedando toda a sua imensa potencialidade. Essas crianças estão aqui para nos ajudar na transformação do mundo. Portanto nós precisamos aprender com elas, principalmente escutando-as e observando-as. As Crianças Índigo chegam aqui para nos dar um novo entendimento, são verdadeiros presentes para os pais, para o planeta e para o universo.

    As crianças Índigas também podem ser conhecidas como "rompedoras de sistemas", e estão nesse mundo para acelerar o processo de evolução humana e planetária.

    A parapsicologia chama essas crianças como "crianças de luz", e são chamadas assim, pois sua aura tem o tom de azul índigo, dando então a diferenciação da aura de outras crianças e adultos.

    Como já foi expressado, a inteligência e a sensibilidade dessas crianças e adultos são extremosas, sendo assim também a personalidade desses seres de luz, pois nunca se deixam ser manipuladas, e não se entregam muito à negativa, ou seja, a palavra "não" para elas é um tanto incompreensível, pois sempre buscarão debater, negociar, vencer, e assim podem ser intolerantes, e até reconhecida pelos mais próximos como "terríveis" ou "crianças problemas".

    Essas crianças não são adeptas a fatos que agridem a natureza ou animais, e em sua racionalidade preferem os alimentos como verduras e legumes, aos animais.

    Tem muita intolerância aos preconceitos, e se irritam com a visão social de divisão de classe ou raça. Tem uma fé extrema em Deus e a continuação da vida após o desencarne não é uma novidade para eles, pois essa visão espiritual de tudo é algo muito simples para seus entendimentos.

    Normalmente a fase infantil e de adolescência de uma criança Índiga é bem complicada, tudo isso pela sua personalidade forte e radical às vezes, fazendo assim que aparente ser desatenta na infância e rebelde na adolescência. Porém, ao chegarem a uma fase mais adulta, entre os 26 e 27 anos de idade, passam a ter uma maior noção de sua missão na terra, tendo uma visão mais clara do que vieram fazer aqui, de seus objetivos, vindo então em uma busca incessante da espiritualidade, da caridade e do amor ao próximo.

    Para finalizar, desejamos expressar que as crianças Índigas nasceram até por volta do ano 2000, sendo essas com mais habilidades e maior grau de sofisticação tecnológico e criativo.

    Os adultos Índigos estão compostos em dois grupos, sendo o primeiro grupo aqueles que nasceram como Índigos e agora estão fazendo a transição para outro tipo de grau de espiritualidade e evolução, sendo chamados de "Cristais", e isso significa que esses seres estão passando por uma transformação espiritual e física que acorda a sua consciência "Cristica" ou "Cristale" que os liga às Crianças Cristais como parte da onda evolucionária de mudança.

    Já o segundo grupo são aqueles que nasceram sem estas qualidades, mas que as adquiriram trabalhando arduamente e seguindo diligentemente um caminho espiritual.

    A atenção especial a ser dada em casos de crianças e adultos Índigos pelos pais ou responsáveis, é erroneamente crer que essa criança ou adulto tenha algum problema psicológico ou psiquiátrico, conduzi-las a profissionais resistentes a mudanças e que dão valores excessivos a conformidade, podem não perceber ou compreender os Índigos, e assim sendo esses seres de luz são freqüentemente e erradamente classificadas com diagnósticos psiquiátricos de Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) ou Transtorno do Déficit de Atenção (TDA). Infelizmente, porque elas são medicadas, os Índigos freqüentemente perdem a sua bela sensibilidade, dádivas espirituais e energia de guerreiro.

    Como já foi dito acima, o termo Índigo é dado a essa geração por terem descritos precisamente em sua aura a cor azul índigo, e essa cor é a cor do chacra do terceiro olho, que é o centro de energia localizado na cabeça, centro da testa, entre as sobrancelhas, e esse chacra regula clarividência, ou a habilidade de se ver energia, visões, e espíritos, portanto muitas das crianças Índigos são clarividentes.

    Devemos ter atenção máxima a esses seres de luz, pois a evolução espiritual, material, social e humana dependerá deles em um futuro muito próximo.


    Finalizando, gostaria de expressar que as crianças e adultos Índigos devem ser extremamente bem conduzidas espiritualmente, para que não sejam tomadas por legiões de obsessores, que tem o intuito de sugar as energias de todos, principalmente dos seres que são extremamente iluminados, assim como os Índigos.

    Tendo alguma falha dentro dessa condução, essas crianças poderiam ter um avesso ao que lhes foi destinado, principalmente na condição de elevar a espiritualidade dos seres humanos e de sua própria evolução.

    Reflita!

    Abençoadas sejam as crianças e adultos Índigos!



Carlos de Ogum

38 comentários:

Aninha de Iemanjá disse...

Uau, que texto!

Lendo-o, na mente só me vem uma pessoa com essas característica... o senhor, Padrinho!
Enfim, o texto está magnifico e é muito bom saber sobre essas crianças e adultos tão iluminados.

Salve todos os Índigos!
Axé!

Clarinha disse...

Paizinho que texto divino, como essas crianças e adultos são especiais, assim como você. Parabéns pelo maravilhoso ensinamento, realmente não poderia ser melhor. Beijinhos de sua fã Clarinha. <3

Anônimo disse...

Que lição pai, saravá.

Waleria Sampaio disse...

Adorei, queria muito saber sobre esse tema. Vou reler.

Vera Camargo disse...

Parabéns pai, me tirou muitas duvidas.

Agatha Dias disse...

Demais, que aula.

Anônimo disse...

salve as crianças indigas. Muito bom texto.

Brenda Master disse...

sen tirar nem por, uma aula grandiosa sobre um tema maravilhoso.

Suzana Rocha disse...

quanta luz tem essas crianças, saravá pai Carlos.

Anônimo disse...

Creio que estava enganada com minha filha de 12 anos, sempre achei que
ela precisava de tratamento psicologico, mas lendo esse texto vou mudar
de opinião e começar a ver por outro lado.

Anônimo disse...

Uma benção crianças assim. Salve todos.

Anônimo disse...

Eu sou indigo, e adorei esse texto pai Carlos. Parabéns.

Anônimo disse...

Muitas coisas que devemos compreender, é tudo tão maravilhoso.

Anônimo disse...

Lindo demais esse texto. Salve salve todas as lições da Umbanda.

Anônimo disse...

Salve as crianças indigas. Salve a Umbanda.

Rita de Cássia Bezerra Mendes disse...

Luz grandiosa nessas crianças/anjos de Deus.

Roosa de Xangô disse...

Salve pai, esse texto e muito interessante, e explicativo. Parabéns.

Anônimo disse...

Saravá todas as crianças especiais em nome de Deus.

Marcela Nogueira disse...

Sempre achei meu filho diferente das outras crianças, ele tem reações
muitas vezes encantadoras, e outras vezes me assusta com tanta coisa que
diz. Eu já o levei para tratamento psicologico, mas me disseram que ele
nada apresenta, porem continua assustando e encantando com as coisas
que diz. Esse texto me tirou diversas duvidas, e só tenho a agradecer.

Karen de Paula disse...

Maravilhoso demais. Salve as crianças lindas de Deus

Anônimo disse...

Uma aula nota mil; Salve salve salve

Sara Peçanha disse...

As vezes tenho um medinho de crianças assim, vai que pegam meu
pensamento e eu não esteja pensando coisas agradáveis. Medo mesmo.

Anônimo disse...

Divino. Lindo. Amém. Lição. Adorei. Sem igual. Salve Umbanda.

Lu da Umbanda disse...

Sua aula foi excepicional pai Carlos, creio que com tanta sabedoria
você seja um adulto índigo.

Luzia Pires disse...

Eu esperava tanto por um texto assim nesse blog, parece que você leu
meus pensamentos pai Carlos.

Cida disse...

Abençoado seja nosso amigo Carlos por compartilhar algo tão
maravilhoso como esse texto. Salve sua força meu pai amado.

Roseli Dias disse...

Esse blog é realmente de Deus, eu sempre tive duvidas em relação a
meu filho Arthur, e agora acho que posso começar a compreender ele.

Sebastião Santiago disse...

Que a benção da Umbanda caia sobre todos. Pai Carlos seu texto foi
realmente incrivel, muitas duvidas foram tiradas. Agradeço imensamente.

Andreia Maranhão disse...

Muitas coisas boas nesse seu blog pai Carlos, e esse texto agora foi
nota mil. Obrigada.

guilherme Amora disse...

Força ao nosso maravilhoso autor Carlos de Ogum, que ele continue nos
presenteando com esses textos de luz. Salve.

Anônimo disse...

Lindo demais, eu sempre fui curiosa com essas crianças divinas. Salve

Marley Marinho disse...

Um texto demais, todos deveriam ler antes de levar seus filhos a um
médico terreno.

Helena Gaspar disse...

Muito bom texto. Vai falar sobre as crianças cristal?

Deusa disse...

Lindo. Uma luz essas crianças e adultos. Axé Pai Índigo

Anônimo disse...

Salve pai Carlos, precisava de ajuda e mais informações, meu marido
deseja firmemente que eu leve nosso filho de 8 anos a um especialista, e
eu creio que ele nada tem de errado, so acho que ele seja um tanto mais
espiritualizado que nós, a familia de meu marido e evangelica, e isso
dificulta extremamente. Ajude a ajudar meu filho, por favor.

Anônimo disse...

Essas crianças são especiais demais, adorei saber mais.

Carlos de Ogum disse...

Cara Helena, falaremos sim! O texto sobre criança cristal será postado no próximo dia 20.

Axé!

Carlos de Ogum disse...

Cara anônima, entre em contato conosco através do e-mail: umbanda.yorima.rj@gmail.com

Axé!

Postar um comentário

 
;