domingo, 10 de janeiro de 2021 12 comentários

CALENDÁRIO DE CORRENTES ESPIRITUAIS DO ANO DE 2021 - TERREIRO DE UMBANDA PAI OGUM MEGÊ (TUPOM)

 




Mentor: Vovô Rei Congo das Almas.

 

Médium Responsável pelos trabalhos de desobsessão e descarrego:

Mãe Priscila de Omulú.

 

Médium responsável pelos trabalhos de entendimentos e Encaminhamentos:

Fillyp de Oxossi.

 

Médium responsável pelos trabalhos de descarregos:

Aninha de Iemanjá.

 

Responsável Geral pelos encaminhamentos, descarregos e desobsessões:

Pai Carlos de Ogum.

 

 

    Abaixo informamos, a quem possa interessar, o calendário das Giras com Correntes Espirituais do Terreiro de Umbanda Pai Ogum Megê (TUPOM), referente ao ano de 2021.

 

OBS.: Teremos um dia especial a cada mês para fazermos uma Corrente exclusiva de limpeza, descarrego, desobsessão, acompanhamento espiritual, de saúde física, de saúde psicológica e todas as necessidades que forem possíveis de serem auxiliadas aos nossos padrinhos e madrinhas. Esse dia será determinado pelo Zelador de Santo do Terreiro de Umbanda Pai Ogum Megê, Carlos de Ogum, e essas Correntes serão da responsabilidade direta do próprio Zelador.

 

Mês: Janeiro.

 

Dia 24 (Domingo): Pai Oxossi, Senhor do Bonfim e Baianos.

 

Mês: Fevereiro.

 

Dia 07 (Domingo): Mãe Iemanjá.

Dia 21 (Domingo): Pombo Giras.

 

Mês: Março.

 

Dia 07 (Domingo): Senhor Zé Pilintra e os Malandros.

Dia 21 (Domingo): Boiadeiros.

 

Mês: Abril.

 

Dia 04 (Domingo): Caboclos.

Dia 18 (Domingo): Pai Ogum.

 

Mês: Maio.

 

Dia 2 (Domingo): Pretos Velhos.

Dia 16 (Domingo): Pretos Velhos.

Dia 30 (Domingo): Povo Cigano.

 

Mês: Junho.

 

Dia 13 (Domingo): Exús.

Dia 27 (Domingo): Pai Xangô.

 

Mês: Julho.

 

Dia 11 (Domingo): Corrente exclusiva de Vovô Rei Congo, Vovô Benedito e

Pai Antero.

Dia 25 (Domingo): Mãe Nanã Buruquê.

 

Mês: Agosto.

 

Dia 08 (Domingo): Exús do TUPOM, com chefia de Senhor Tranca Ruas.

Dia 22 (Domingo): Pai Obaluaiê/Omulú.

 

Mês: Setembro.

 

Dia 05 (Domingo): Ibeiji.

Dia 19 (Domingo): Ibeijada.

 

Mês: Outubro.

 

Dia 03 (Domingo): Anjos de Guarda.

Dia 17 (Domingo): Santas Almas Benditas.

Dia 31 (Domingo): Santas Almas Benditas.

 

Mês: Novembro.

 

Dia 14 (Domingo): Pai Omulú/Obaluaiê.

Dia 28 (Domingo): Pai Omulú/Obaluaiê.

 

Mês: Dezembro.

 

Dia 04 (Sábado): Mãe Iansã.

Dia 08 (4ª feira): Mãe Oxum.

Dia 12 (Domingo): Pai Oxalá.

Dia 19 (Domingo): Última Gira do ano de 2021. Limpeza e fechamento do Terreiro. Não haverá correntes.

 

    A quem desejar mandar nomes as nossas Correntes Espirituais, recebemos nos seguintes endereços de e-mail's:

umbanda.yorima.rj@gmail.com

umbanda.yorima.rj2@gmail.com

umbanda.yorima.rj@hotmail.com

 

Atenção: Só recebemos nomes até as 12 horas do dia anterior ao dia da Gira, pois esses nomes e pedidos entram em processo de imantação a partir desse horário.

 

Para quem deseja saber seus Orixás através dos Búzios, entre em contato com o seguinte E-mail:

 

contato.umbandayorima@gmail.com

 

E passaremos o que se faz necessário para as imantações desse jogo.

 

 

 

Grande axé e paz a todos.

 

Carlos de Ogum

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020 152 comentários

MENSAGEM PARA O FIM DE ANO DE 2020 - POR CARLOS DE OGUM




 E estamos chegando ao fim de mais um ciclo, mais um ano que se finda, mais um caminho percorrido por nós seres em busca de evolução.

 

E hoje olhando para trás e observando todo o ocorrido desse ano dito fatídico, podemos nos considerar vitoriosos, vencedores contra o mal, verdadeiros guerreiros em prol da vida.

 

E o ano de 2020 se vai, deixando milhares de cicatrizes, deixando muitos órfãos, muitas lágrimas perdidas, desesperos ao máximo, dores intensas, perdas irrecuperáveis, fazendo crescer o desespero, a falta de fé, o medo, a falta de entendimento.

 

O ano se finda, mas com ele não se finda as dores de termos perdido entes amados, amigos, irmãos de fé, ídolos, e mesmo as pessoas que não conhecemos, porém sentimos, choramos, nos entristecemos pelo fato de saber que desencarnaram por uma doença maligna, dominada pela obsessão e por vários tipos de obsessores.

 

E hoje venho através de um texto, assim como faço todos os anos, agradecer o findar de mais um ano.

 

Mas será que devo agradecer?

 

Será que nós sobreviventes dessa grandiosa tragédia ainda temos algo a agradecer?

 

Não falarei por nós, mas apenas por mim.

 

Sim, tenho que agradecer. Por mais dolorido que seja, por mais que esteja desesperançoso, por mais que dores de perda atinjam o fundo de meu ser, por mais lágrimas perdidas, por tudo que aconteceu nesse ano de 2020, eu ainda devo agradecer ao Pai Supremo, agradecer por estar aqui nesse momento podendo descrever todo meu sentimento, todo meu receio do que virá pela frente, todo meu carinho e respeito para aqueles irmãos que perderam seus entes amados, seus amigos de tantas conversas, seus pais, filhos, enfim, todos aqueles que de uma forma ou de outra tem dentro do peito um vazio, o vazio que ficou pela perda de um alguém, um alguém que para a maioria virou apenas um número, uma estatística, mas para quem perdeu se transformou em uma dor eterna.

 

Por isso eu ainda agradeço ao Senhor dos Senhores.

 

E agradeço também por termos o ar para respirarmos, enquanto tantos buscavam o mesmo ar sem que tivessem forças para alcançá-lo.

 

Agradeço o alimento do dia a dia, enquanto muitos passavam necessidades sem ter onde buscar seu pão.

 

Agradeço pela força conquistada para guerrear pela vida, enquanto tantos perderam a batalha para os males que nos atacaram por todo esse ano.

 

Agradeço Senhor pela minha compreensão nos momentos de extremo desânimo, de não me deixar ser levado pela vontade de desistir, pelos momentos de oração que fiz a meus semelhantes, tanto encarnados quanto desencarnados.

 

Agradeço Oxalá por cada instante de energia espiritual concedida a

mim para promover o bem estar de meus irmãos umbandistas.

 

Agradeço a luz na hora da escuridão, a água na hora da sede, o caminho na hora do obstáculo, a fé na hora do desespero.

 

Agradeço muito Jesus à consciência no momento de fazer um encaminhamento de um irmão desencarnado, podendo mostrar a esse irmão o caminho que deveria seguir.

 

Agradeço imensamente a cada sorriso percebido por mim, em todos os irmãos desencarnados que após muito tempo em desespero, acreditou em nossa casa e se deixou ser encaminhado à luz de Pai Oxalá.

 

Agradeço pela minha falta de entendimento nos acontecimentos do mundo, pelo momento que não entendi o porquê de algo, pela incompreensão dos desígnios e vontades do próprio Jesus, pois assim percebo o quanto ainda tenho que evoluir e ser alguém melhor.

 

Agradeço Pai pelos amigos que confiaram em nossa casa, que se transformaram em anjos, e nos auxiliaram extremamente a auxiliar quem necessitava.

 

Agradeço a meu Pai Ogum pela força em guerrear pela vida.

Agradeço a minha Mãe Oxum, por me fazer dizer as coisas certas no momento correto, para aquele irmão que acabou de perder seu ente querido.

 

Agradeço a meu Pai Xangô pela sabedoria de reflexão a cada caso, a cada fato, a cada pergunta feita, perguntas essas que muitas vezes eu mesmo não saberia responder.

 

Agradeço a Mãe Iemanjá pelo amor que ela espalhou entre meus semelhantes, numa demonstração de senhora protetora nos momentos mais difíceis da perda.

 

Agradeço a Pai Oxóssi pela força para caminhar sempre a diante sem me deixar enfraquecer por tantas tragédias.

 

Agradeço a bela Mãe Iansã por cada batalha vencida, por cada luz acesa no caminho de desencarnados e encarnados.

 

Agradeço a Pai Obaluaiê/Omulú por cada desencarnado que teve seu entendimento, seu encaminhamento, seu caminho iluminado para os braços de Jesus.

 

Agradeço a Mãe Nanã Buruquê por cada lição aprendida, por cada instante de reflexão, por cada olhar adiante para ver o momento correto de busca e encaminhamento de nossos irmãos desencarnados que se encontravam perdidos.

 

Agradeço a Pai Oxalá pelas horas de reflexão, de humildade, de recomeço, não só para mim, mas para todos que elevaram sua fé as forças da natureza.

 

Pai Supremo entrego em vossas mãos todo nosso trabalho espiritual realizado. Todas as palavras ditas para elevação da fé. Toda a ajuda cedida aos desesperados e desamparados.

 

Amado Oxalá, gostaria de entregar para sua guarda e proteção, todos os amigos que de alguma forma percorreram o caminho da caridade, do amor e da paz.

 

Faço um agradecimento especial a todas as Entidades de Luz que sempre me deram uma resposta em momentos que me achava perdido. Que sempre acenderam uma luz em forma de palavras para que eu tivesse a resposta a quem a mim buscava um caminho.

 

Pai amado, a ti peço forças e proteção para iniciarmos esse novo ciclo, mesmo sabendo que adentraremos nele com poucas esperanças, com receios extremos, com um pouco de desespero, pois entendemos que o mal continuará, e por isso pedimos todas as proteções possíveis, e já de joelhos pedimos seu carinho e sua benção, e rogamos firmemente que em 2021 esse mal seja dissipado de nossos caminhos, para que possamos novamente erguer a cabeça e caminhar, seguir o caminho, ter luz e permanecer vivos para podermos assim dar continuidade a nossa evolução.

 

Pai, me de forças por todo esse ano, para que eu consiga espalhar a bondade de seu nome pelos quatro cantos desse mundo, e assim criar uma corrente de fortes elos, de amor, paz, caridade, fraternidade, bondade, esperança e fé.

 

Peço a Oxalá, a Iemanjá, a Oxum, a Ogum, a Xangô, a Oxóssi, a Obaluaiê, a Omulú, a Iansã, a Nanã Buruquê e todas as Entidades de Luz que abençoem a todos os irmãos ligados na fé, sejam eles umbandistas ou não, de todas as raças, etnias, posição social ou opção de vida, não só nesse ano que está nascendo, mas por toda a vida encarnada e espiritual.

 

Que as bênçãos de luz sejam derramadas sobre todos!

 

 

Um bom ano de Oxalá e Iemanjá a todos, e que esse reinicio seja realmente um novo caminho para todos nós.

 

Feliz 2021 com as bênçãos de todos os Orixás e todas as Entidades de Luz.

 

 

Carlos de Ogum

 

Leiam o texto que fala sobre os Orixás Regentes de 2021 clicando aqui.

 

 

E para quem deseja saber seus Orixás de Coroa entre em contato conosco através do E-mail:

 

contato.umbandayorima@gmail.com

sábado, 10 de outubro de 2020 1082 comentários

Orixá Regente do Ano de 2021

 





 

    E o ano de 2020 se vai deixando marcas doloridas, que ficarão em nossa memória e em nossos sentimentos eternamente.

 

    E esperamos um novo ano, com todo o receio do mundo, temerosos do que ainda nos espera.

 

    Realmente estaremos apreensivos, esperançosos e extremamente temerosos para o início de 2021, pois entendemos que o ano de 2020 foi realmente um ano de muitas batalhas contra a obsessão e os obsessores, e sabemos pelos fatos que muitos de nós perdemos essa batalha, e compreendemos que a guerra continua.

 

    E em 2021, novo ano, novas batalhas, novas perdas e novas vitórias, novas esperanças e muitas desesperanças, muitos medos, e novamente novas lutas, e isso podemos esperar.

 

    O que será que vem pela frente?

 

    Como poderemos nos proteger nesse novo ciclo?

 

    Como vencer essa guerra contra a obsessão?

 

    Perguntas e perguntas que não se calam.

 

    Ansiedades extremas, receios grandiosos, medos descomunais, instabilidades constantes, esperanças que devemos ter para uma caminhada, ao menos básica nesse planeta que tanto sofreu em 2020.

 

    E esse medo nos traz ainda mais a esperança de sermos abençoados por uma luz espiritual, e com isso cresce a nossa grande vontade de saber qual o Orixá ou os Orixás regentes desse ano que está para nascer.

 

    E como sempre é feito em nosso terreiro, meu amado Mentor, nosso querido Rei Congo, jogou seus búzios e nos revelou essa informação. Só frisando que foi dito pelo Vovô Rei Congo, confirmado pelo nosso gracioso Vovô Benedito, e da mesma forma, confirmado pelo nosso grande protetor Pai Antero.

 

    E agora estaremos passando a todos os amigos leitores essas informações que nos foi divulgada em nossa última Gira.

 

    No ano de 2021 o Orixá regente, não se iniciará apenas com uma força da natureza, e sim por duas, ou seja, o ano vai se iniciar sobre a regência de dois grandes Orixás de nossa amada Umbanda, e será o nosso amado Pai Oxalá e a nossa rainha do Mar, a linda Mãe Iemanjá. E eles estarão atuantes por todo o ano, e juntando a essa força divina nomeado de 2021 a linda e amável Mãe Oxum, que virá com uma vibração divina para embelezar nosso caminho com sua maravilhosa luz.

 

 

    Resumindo para entendimento, ao ser indagado qual será o Orixá regente do ano de 2021, será dito Pai Oxalá e Mãe Iemanjá, pois serão os Orixás dominantes desse ano.

 

    Sendo assim será um ano menos intenso que o ano de 2020, um pouco mais lento, pois os passos de Oxalá são mais vagarosos e mais reflexivos, serenos, no qual deveremos então buscar elevar nossas esperanças e fé para começarmos do inicio, pois Oxalá é o começo de tudo.

 

    Como Oxalá é o Orixá da criação e Iemanjá é a mãe dos criados, novas e maravilhosas oportunidades poderão surgir nesse ano, porém nada virá de graça, deveremos buscar intensamente, nos livrar dos vícios de sentimentos, vícios esses que fizeram abrir as portas para o fortalecimento da obsessão e obsessores que tomaram muitas almas, corpos e mente dos seres humanos.

 

    Em 2021 teremos muitas cobranças mundiais, muitos líderes de nações não entenderam que é um ano de iniciar um novo caminho, e buscarão a desavença, e isso pode trazer novas formas de ira e ódio, que por consequência poderão trazer novamente uma boa parte de obsessores e assim reinarem novamente na mente dos seres humanos e assim criar as energias necessárias para poderem escravizar novas almas perdidas.

 

    Por esse motivo que a fé será tão importante para esse ano de inicio, temos todas as chances espirituais de podermos caminhar para uma luz intensa e protetora, afinal temos o Pai e a Mãe dos Orixás regendo o ano de 2021. Mas, como sabemos tudo acontece na espiritualidade conforme o nosso livre arbítrio, quem lutar para vencer os vícios de sentimento vencerão, aqueles que não o fizerem poderão pagar um preço bem alto, extensível a seus próprios familiares, portanto se você não se importa com você, pense ao menos em seus pais, filhos, cônjuges, e tantos familiares que você diz amar. Respeitando a espiritualidade, afastando a obsessão, e salvando nossa terra amada de nós mesmos.

 

    Oxalá busca sempre a paz e o equilíbrio da terra, por mais ódio, ganância, rancor que reinam nos corações dos seres humanos, nosso amado Pai jogará suas bênçãos para recomeçarmos uma nova jornada.

 

    Devemos lutar contra o ódio, elevar a fé e o perdão, para que assim possamos refletir sobre nossas más atitudes, e buscar sempre, de todas as formas, o acolhimento e o amor a nossos semelhantes.

 

    Para que consigamos caminhar em caminhos melhores, devemos refletir muito, devemos analisar cada passo, cada decisão, cada instante de nossa vida. Não devemos ser levados por palavras sem fundamento, não nos deixarmos induzir por pessoas que trazem a maledicência, ganância, rancor, ódio, mesquinharia, intolerância, desamor ou inveja no coração, pois assim nossa caminhada vai ficar cheia de obstáculos, e nunca sairemos do inicio da jornada rumo à vitória.

 

    Como é um ano de inicio, de novas chances, deveremos nos manter coerentes em nos manter em caminhos de superação em prol do caminho correto, afastando os caminhos errados, evitarmos gastos desnecessários, nos ligar com a luz de nossos Orixás, termos coerência de religiosidade, nos entregar de corpo e alma nas benfeitorias desses Orixás, e seguir com a vontade de nossos Orixás de Coroa para mantermos nossa personalidade espiritual atuante e ativa, para realmente seguirmos o caminho do ano de Oxalá e Iemanjá, o ano de iniciarmos tudo de novo, o ano de uma nova chance de sermos felizes.

 

    Estamos entrando em um grau de espiritualidade intensa, pois Oxalá sendo o Pai de todos, e Mãe Iemanjá a nossa Rainha do Mar, como à senhora dos Orixás, tem como finalidade nos dar muita proteção, ainda mais que pelos meados do ano seremos cobertos pela beleza e doçura de Mãe Oxum, devemos não ter dúvidas sobre nossa fé, muito menos em nossas crenças, porém devemos ter muito cuidado com falsos líderes religiosos, que buscam o poder de toda a maneira, sem se importarem em massacrar quem estiver no caminho deles. Essa busca pelo poder será muito maior que a própria ganância, e se entregarmos esse poderio nas mãos desses falsos líderes seremos escravizados em vida, assim como um espírito desencarnado pode ser escravizado por um Kiumba. Portanto devemos ficar atentos a obscuridades, falsidades, hipocrisias e principalmente a falsas promessas e as induções, lembremos que estaremos em um ano de iniciação, e se começarmos de modo errôneo esse ano teremos muito tempo para nos arrependermos, porém estaremos sempre dominados pelas más intenções desse povo que se utiliza do nome de Jesus, da fé alheia para conseguirem um único objetivo, o poder a todo custo.

 

    Poderemos esperar um ano bastante quente, pois como Oxalá é o Orixá do Sol, o mesmo estará muito mais perto de nosso planeta, fazendo, além de aquecer um tanto a mais a própria terra, poderemos ter debates aquecidos em relação ao próprio clima de nosso planeta, e isso trará possíveis desacordos trazendo assim maiores complicações aos seres humanos. Com a presença e a força de Iemanjá, que reina sobre o Mar, poderemos ter alguns desastres naturais de alguma proporção, ligados a intensas chuvas no início e no findar do ano de 2021, e também alguns fenômenos como tufões e ciclones grandiosos, por causa da junção do calor intenso, das águas revoltas do mar e da falta de preocupação verdadeira de líderes mundiais com a proteção da terra.

 

    Devemos ficar atentos ao desperdício, pois nos foi alertado que em 2021 a fome entre os povos vai crescer, e a colocação da frase "os mais ricos cada vez mais ricos, enquanto os pobres se caminham para a miséria" deve ser levada muito a sério nesse próximo ciclo.

 

    A caridade deve ser feita de modo generoso e de boa intenção, pois ela, a caridade, é um caminho que poderá nos auxiliar a nos afastar do egoísmo, da ganância, do desamor, do ódio, e assim nos levar para junto de Oxalá e Iemanjá, para que possamos ser abraçados e abençoados, e certamente protegidos dos males que ainda reinam sobre nossa terra. Portanto seja caridoso, busque dentro de vós esse sentimento que reinará rumo a sua própria vitória.

 

    Devemos elevar nossa fé, auxiliando aos menos favorecidos a elevarem a própria fé, e assim formamos uma grande corrente do bem para juntos formarmos um grande exército de orações, de limpezas de sentimentos, de fé e amor, afastando de todos a possibilidade de energizar o mal que nos assolou em 2020, que é a força maligna da obsessão e dos obsessores. A caridade feita auxilia um irmão para auxiliar a você próprio, portanto a caridade cedida a um semelhante é a mesma caridade cedida a você e seus familiares e amigos.

 

 

    Esperamos que todos os irmãos adentrem o ano de 2021 com muita fé, buscando sempre fazer a caridade, conquistando todos os objetivos, sempre com muita paz e muita saúde, sem mazelas, sem ódios, sem rancores e com muita luz na caminhada, para que assim Pai Oxalá, Mãe Iemanjá acompanhados com Mãe Oxum possam reinar de uma forma na qual possamos ter mais esperanças de um ano melhor que 2020.

 

    Que Pai Oxalá, a linda Mãe Iemanjá e a bela Mãe Oxum nos abençoem por todo o ano de 2021 e que todos Orixás e todas as Entidades de Luz nos protejam sempre, para que possamos nesse ano de inicialização vencermos todos os obstáculos, para chegarmos a nossos objetivos, sempre com muito amor, fé, caridade, saúde, paz, e proteção ao nosso bem maior, a nossa vida.

 

Que assim seja!

 

    A fé e a caridade serão os caminhos que abrirão as portas para um novo inicio.

 

Carlos de Ogum

 

OBS.: Caso desejarem saber seus Orixás de Coroa, entrem em contato conosco através do E-mail: contato.umbandayorima@gmail.com (esse endereço é exclusivo para esse objetivo).

quarta-feira, 15 de abril de 2020 77 comentários

Corona Vírus: Um Mal da Obsessão e Um Aviso de Deus


   Médica que defendeu fim de isolamento morre de covid-19 no Ceará ...



    Estamos em uma época de incertezas, de medo, de intolerâncias, de falta de compreensão com os fatos divinos, de reflexão, enfim, com tantos pensamentos que nos consomem ao mesmo tempo em que muitas vezes esquecemo-nos de idealizar todos esses acontecimentos e fatos.

    Literalmente o desencarne bate a nossa porta, de uma forma como muitos de nós nunca tínhamos visto ou prestado a atenção.

    Mas está ai, de uma forma verdadeira, contundente, melancólica, terrível, que nos consome em todos os modos que possamos pensar.

    Estamos presos em nossas próprias residências, com receio de sermos contagiados, ou de contagiarmos a quem amamos. É um receio grandioso de estar tendo a responsabilidade de ceifarmos vidas alheias.

    E ai refletimos, o porquê tudo isso está acontecendo?

    Vamos fazer uma colocação do lado espiritual, no qual a Umbanda nos demonstra com uma visão mais ampla sobre o que nos foi dito em nossa casa, Terreiro de Umbanda Pai Ogum Megê, através dos Búzios jogados pelas nossas Entidades de Luz, os amados Pretos Velhos, Vovô Rei Congo das Almas, Vovô Benedito da Calunga e Pai Antero da Encruza.

    Gostaria de frisar que estamos colocando aqui informações internas, ou seja, fatos que foram revelados aos filhos de nossa casa, e essas informações nos foram dadas a partir do mês de outubro do ano de 2018, sendo assim esperávamos que realmente pudesse acontecer algo bem trágico, porém nós, simples humanos não tivemos a sabedoria de ver as coisas nessa proporção que hoje se encontram.

    E assim começaremos a expressar o que nos foi dito em outubro do ano de 2018, no dia em que foram jogados os Búzios pelos nossos Pretos Velhos para as devidas informações sobre os Orixás do próximo ano que seria 2019.

    Em um devido momento nossos médiuns, após saberem quais seriam os Orixás do próximo ano, voltaram-se as nossas Entidades de Luz e fizeram perguntas, assim como é da curiosidade humana, porém em meio dessas perguntas, o nosso amado Pai Antero, com seu jeito peculiar, sério e extremamente com um ar preocupado disse:

    "Nossa terra está sendo tomada por espíritos obsessores, e estes estão fechando a luz que nos ilumina, a presença desses seres obsessivos vem tomando uma proporção descomunal, e assim sendo tomara cada canto desse planeta trazendo tristezas, dores, miséria e morte.

    Os seres humanos vem dando aberturas, e grandes aberturas ao fortalecimentos desses obsessores, e se a fé não for elevada, se os vícios de sentimentos não forem destruídos, muitas almas serão escravizadas, somente com a mudança de cada um de vós será possível vencer essas cargas obsessivas.

    O próximo ano será de muitas perdas, porém nada comparado no que poderá vir pela frente, caso não haja mudanças dos seres encarnados. A promiscuidade, a ganância, o ódio, a inveja, o orgulho, entre todos os vícios de sentimentos, devem ser abolidos da vida de cada um, para que não fortaleçam esses obsessores que buscam se energizar e poderem escravizar os espíritos que certamente vão chegar ao desencarne."

    E assim todos em nossa casa ficamos um tanto apreensivos com essa colocação das palavras um tanto duras e ríspidas do nosso querido Pai Antero da Encruzilhada, e endossada pelos também queridos, Vovô Rei Congo e Vovô Benedito.


    E assim se findou o ano de 2018, começamos o ano de 2019, muitos desencarnes, e como já nos tinham dito, seria o ano da desencarnação, e assim nós humildes médiuns associamos o aviso que nos fora dado em outubro de 2018 com a sequencia de desencarnes do ano de 2019, porém estávamos enganados.

    O ano de 2019 foi se passando, e chegamos a outubro, mês no qual nossas Entidades de Luz jogam seus Sagrados Búzios para nos dar a informação que tanto almejamos em saber, quais os Orixás que iriam reger o próximo ano. E assim foi feito, e dessa vez quem nos esclareceu as nossas dúvidas foi o Mentor de nossa casa o Vovô Rei Congo das Almas, que após nos dizer sobre os Orixás nos deu a permissão de fazermos perguntas, e dentre uma dessas perguntas a nossa Mãe Pequena desejou saber sobre o ano da desencarnação, ou seja o ano que estava se findando, comentando então sobre o grande números de fatos ocorridos que levaram ao desencarne centenas e centenas de pessoas, dentre esses fatos a nossa Mãe Pequena falou sobre as doenças que se expandiram e que ceifaram muitas vidas, e que se no próximo ano essas doenças seriam menos cruéis com as pessoas. Nesse ponto o nosso amado Mentor disse-lhe novamente os fatos que estavam acontecendo e que estavam levando a escuridão de nossa terra, e que havia menos luz do que da ultima vez que esse fato fora falado, ou seja, os espíritos obsessores tomaram um número muito maior de pontos que envolve o nosso planeta, e assim conseguiriam tomar para si todas as energias possíveis de espíritos desencarnados, e assim poderem fazê-los como escravos. E assim sendo no próximo ano teríamos uma mal muito maior do que as doenças que estávamos acostumados a observar e a combater, que teríamos muitas perdas, que tudo isso mexeria com a estrutura emocional, social, econômica e espiritual de todo o planeta, teríamos grandes poderes sendo induzidos por esses obsessores a não lutarem contra o mal, e assim deixar milhares e milhares de pessoas perdidas e entregues ao desencarne precoce, com seus espíritos sendo tomados pelos obsessores, ficando assim perdidos e desencaminhados.

    Deveríamos ouvir e prestar muito mais atenção nas demonstrações e lições de Deus, ver nossos erros, nossos vícios, nosso modo de vida, nossa falta de fé, ou mesmo a nossa falta de verdadeira fé, deixarmos de lado a ganância, a sede pelo poder, as falsas demonstrações de religiosidade, o idolatrismo por líderes religiosos claramente falsos e hipócritas, enfim, colocar Deus e seus Anjos acima de todos os erros humanos.

    Porém não foi isso que vem acontecendo, décadas e décadas os seres encarnados demonstram um valor extremo em coisas fúteis, em promiscuidades obscenas, em ganâncias enormes, em hipocrisias, tanto religiosas, quanto social ou mesmo pessoal, enormes.


    A escuridão do nosso planeta chegou ao extremo, e a chegada do corona vírus nos mostrou toda as ações possíveis que um espírito obsessor busca a fazer para se energizar e fazer com que não perca seu lugar de destaque, de poder, de supremo.

    Toda essa obsessão se utilizou de nossas fraquezas, de nossos vícios, de nosso desamor, de nossa falta de fé, se utilizaram também do poder dado a alguns encarnados de mente fraca, sem fé verdadeira, hipócritas e demagogos, para se utilizarem desses fracos de espírito e de luz divina a levarem falsas esperanças ao povo, e assim continuar dando as aberturas necessárias para que essa legião de obsessores continuem a se energizar com os espíritos dos milhares de desencarnados que estão partindo pela trágica mazela que hoje reina sobre nosso planeta.

    Muitas mortes ainda virão, segundo as colocações de nossas Entidades de Luz, e após passar a era das mortes pelo vírus da obsessão, teremos muitas vidas ceifadas pela fome e por todos os males deixados por esses fatos ocorridos agora.

    Ainda podemos mudar alguma coisa nessa trágica realidade, devemos fazer uma limpeza em nossas almas e em nossos corações, sairmos dos vícios de sentimentos, de nossos orgulhos sem nexo, de todo modo e tipos de ganâncias, devemos nos afastar da promiscuidade, do desamor e de todo tipo de ódio. Só assim poderemos vencer os males que estão em nosso caminho, e com muita fé devemos nos entregar a Deus, confiar em nossos Orixás e em todas as Entidades de Luz, para que assim fortalecemos a todas essas divindades para que possam lutar contra toda essa obsessão, e novamente clarear nossa terra amada, para que possamos viver em paz com nossa família e amigos amados.

    Como foi dito, ainda falta muito para vencermos toda essa batalha, muitas vidas se perderão nesse caminho, porém com amor, paz, bons sentimentos e muita fé, venceremos esse ataque de obsessores conhecidos como Kiumbas.


    Que Pai Oxalá nos proteja, e que acima de tudo nós possamos proteger nossos entes amados, com a nossa própria mudança de vida, amor e fé.

Paz a todos e muito axé com a força de Obaluaiê, de todos os Orixás e Entidades de Luz, pois vamos precisar muito ainda dessa luz e dessa proteção.

    Parem para refletir o momento, escute as mensagens verdadeiras de Deus, sejam caridosos, honestos, fiéis, amorosos.

Axé!

Carlos de Ogum


   


 
;